14 julho 2006


Sentir-te é como amar
Ver-te é sonho profundo
Adormecido no fundo
Voar até ti é urgente
E contigo partilhar o céu
E de ti restar mais que eu
E ficar em ti
Até nada mais restar
Senão o mar a bater
E o teu coração a pulsar
E o teu abraço a tocar-me
E eu a deixar ir-me
Sem certezas, e... sem medos.

18.08.1995

5 comentários:

kika disse...

Carinha laroca desta prima babada!!!!

Adoro-vos!!! Saudadinhasssssssssssssss...
:)

algevo disse...

Beijocas de nós todos... palavras do nino... volta depressa!!

Teresa disse...

Tire lá as fotos dos meninos da net!!! Com tanta pedofilia que anda por aí!!!!!!

algevo disse...

Ó mulher, e acha mesmo que alguém vem aqui dar comigo, a ler-me ???

aida disse...

tb acho que devas tirar as fotos dos meninos da net...
é só um conselho de uma grande amiga
beijinhos aida