13 julho 2006


Um sorriso teu
Sabe-me a mar
Infinitamente mar
Até aquela bola de fogo
Que nos aquece
E ilumina na escuridão
Um sorriso teu
Traz-me uma vida
Que não sentia
Transmites-me uma paz
Que até aqui
Não era a minha.

07.01.1995

2 comentários:

Teresa disse...

Tire daí a foto dos miudos! Olhe lá a pedofilia cibernética!!!!

algevo disse...

Se eu me zangar com alguém teria sempre os melhores para me defenderem...