31 dezembro 2006


Eu hoje só penso em dançar, até à exaustão, até o teu sexo me sentir tão por dentro como por fora de ti. Apetece-me beijar a tua boca, a tua língua, o céu da tua boca, cada poro e tratar por tu cada pêlo da tua barba. Deixa-me fazer um mapa desconhecido do teu pescoço, da tua maçã de Adão, e senti-lo milímetro a milímetro com a minha língua. É ela, a minha língua, que te vai saber mais que as tuas mãos. Tocar-te os ouvidos com a ponta das unhas, leves e suaves, pintadas de paixão, e reconhecer o tom com que me ouves. Vamos fazer uma estória de paixão esta noite. E sentir o tamanho do grito ofegante, de ambos, na boca um do outro.

23.12.2006

6 comentários:

joão marinheiro disse...

às vezes os pensamentos são como os desejos.Intensos.
Abraço minha amiga das águas doces e salgadas...

Nani disse...

Minha fada, maravilhosa, linda...como eu tinha saudades de te ler e como a tua escrita me inspira e incentiva a escrever também.
Que o ano de 2007, seja cheio de danças renovadas e felizes.

beijos, beijos, beijos e muitas palavras, novas e velhas e por inventar

JotaCê Carranca disse...

Mas o que é isto de não escrever nada desde o ano passado?
A gente fica com saudades, pois fica.
Ai a coisa...

algevo disse...

A intensidade dos meus desejos deixa-me demasiadas vezes sem força para os realizar. Mesmo.

Beijo daqui de onde o rio se junta com o oceano.

I.

algevo disse...

Nani,

MINHA FANTÁSTCA E MARAVILHOSA AMIGA (porque é assim que te trago no meu coração já...), já te li e reli... que saudades que tinha de ti. Hoje animaste-me o dia... que belo recomeço...

Beijos cheios de tempo para ti.

Continuas fantástica!!

I.

algevo disse...

jota,

volto só para ti... para te matar as saudades que me dizes ter...

depois de uma fase má vem sempre uma boa, não é isso que dizem?

Só pelas tuas saudades...

Beijos e beijos (e mais beijos)

I.